Blog da V+ Saúde

Cuidados com seu Pet nas festas de Final de Ano


E o último mês do ano chegou e com ele, as comemorações de final de ano, o Natal, o Ano Novo e as tão esperadas férias de verão. Com toda a certeza é uma época muito aguardada por todos nós e uma época de muita diversão. Porém vamos listar neste post, algumas situações que podem oferecer riscos para os nossos animais de estimação.

Durante este período, o atendimento nas clínicas e hospitais veterinários aumenta de forma significativa, sendo que a maioria dos acidentes está relacionada aos enfeites natalinos como fitas e “piscas-piscas”, além da intoxicação causada por alimentos ou por bebidas alcoólicas.

Além disso, uma atenção redobrada deve ser destinada aqueles animais que se assustam com a explosão dos fogos de artifício. Riscos de fuga ou até mesmo, de mudança de comportamento podem acontecer, ocasionando momentos de grande preocupação aos seus tutores.

Por isso, vamos a algumas dicas de cuidados bem simples que podemos destinar aos nossos animais de estimação em prol da sua proteção.

* Decoração e presentes de natal

Muita atenção aos pinheiros naturais cujas extremidades são muito pontiagudas e podem ferir suas patas e causar danos maiores se forem ingeridos. Invista em enfeites mais resistentes e que não atraiam tanto a atenção por conta da sua textura ou mobilidade. Proteja o cabo das luzes de forma que os pets não se sintam atraídos em roer os fios, evitando assim, choques elétricos ou queimaduras.

A melhor indicação para os enfeites natalinos é mantê-los longe do alcance dos animais e ficar sempre atento ao comportamento deles.

* Alimentos e bebidas alcoólicas

A intoxicação alimentar é um dos principais problemas que levam os animais a atendimento médico nesta época do ano. Por isso, evite oferecer alimentos que possam causar danos à saúde do seu animalzinho. Restos de aves com ossos, principalmente, devem ser evitados já que podem causar graves danos à sua saúde.

E se você não quiser deixar seu pet fora da ceia especial de fim de ano, existem produtos específicos que podem ser uma boa opção de alimentação, como panetone ou biscoitos com ingredientes próprios para os pets. Além disso, muita atenção ao chocolate, que é considerado um alimento potencialmente tóxico.

Outro item importante está relacionado à ingestão acidental de bebidas alcoólicas. E isso acontece porque, frequentemente, as pessoas esquecem seus copos com bebidas alcoólicas em lugares de fácil acesso.

O álcool é absorvido pelo organismo dos animais e metabolizado pelo fígado bem mais rapidamente, causando náuseas e vômitos, problemas respiratórios e até coma.

* Fogos de artifício

A explosão dos fogos de artifícios provoca imenso pânico em alguns animais. Os cães principalmente, por possuírem uma audição mais aguçada, apresentam uma sensibilidade e um incômodo maior ao barulho, ocasionando mudanças em seu comportamento que estão relacionadas ao medo que estão sentindo, associado a grande agitação e a possibilidade da presença de pessoas desconhecidas em sua casa. O recomendado é que os donos fiquem bem próximos aos seus animais para tranquilizá-los e, se acharem necessário, um “tampão” de algodão em seus ouvidos poderá amenizar os barulhos das explosões. Em casos mais graves, a prescrição de um tranquilizante ao animal poderá ser considerada com o acompanhamento do seu médico veterinário.

* Viagens com seus tutores ou hotéis para pets

Se você vai viajar e não pode levar seu pet junto, nunca o deixe sozinho. Tente deixá-lo com uma pessoa de confiança ou, se necessário, opte pelo serviço de hospedagem para pets. Mas, se ao contrário, você puder levá-lo em sua viagem e for viajar de carro, é preciso tomar alguns cuidados como viajar nos horários mais frescos do dia, realizar paradas para que ele possa urinar e beber água, lembrando-se de nunca deixá-lo fechado e sozinho no interior do carro. Além disso, medidas se segurança e cuidados básicos com sua saúde como imunização atualizada e controle de ectoparasitas, assim como uma plaquinha de identificação com nome e telefone de contato presa e sua coleira, devem fazer parte do “checklist” antes da partida.

E para finalizarmos, um item de extrema relevância. Cães e gatos, tal qual aves, peixes, tartarugas, furões entre outros, que se tornaram animais de estimação, não podem ser considerados como uma opção de presente. A surpresa pode ser inesquecível, mas é bom pensar muito bem antes de fazer essa opção. “Quando as pessoas não estão preparadas para receber um animalzinho, a situação pode acabar em abandono, que é crime ambiental”. O cuidado deve ser redobrado se o "mimo" for destinado a uma criança. Dependendo da idade, o novo dono não terá responsabilidade suficiente para cuidar do animalzinho e, nesse caso, a tutela ficará por conta dos pais.

Respeitando estas e mais algumas dicas de cuidados para com os nossos animais de estimação, está época será muito feliz com o desejo de presentear o melhor ao próximo e de cultivar o amor à família e aos amigos. Boas Festas!


#vmaissaude #clínicaveterinária #prevençãocãesegatos #saúdeanimal #nataldospets #mêsdefestas

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Black Instagram Icon